Tutoriais para desenvolvimento de jogos com Unity no Youtube

Olá, pessoal! Há muito tempo não passo por aqui, não é mesmo…

Mas estou de volta pra dizer que agora vocês podem procurar material sobre desenvolvimento de games com Unity no meu canal no Youtube. O link é esse aqui:

https://www.youtube.com/user/cedms

A ideia inicial é ter tutoriais rápidos para tirar dúvidas bem específicas e sem enrolação. Espero que gostem

Grande abraço!

Personagem e câmera controlados pelo mouse no 3D GameStudio

Olá, pessoal! Tudo bem?

Dessa vez vamos ver como o mouse pode ser utilizado para controlar a direção de deslocamento do personagem e o ângulo de visão da câmera, em um jogo feito no 3D GameStudio. Só não vale usar um mouse capenga e colocar a culpa no programa hein!

Então… para o alto… e avante!

Continue lendo

Criando níveis para um jogo em 3D GameStudio

As fases (ou níveis) de um jogo em 3D GameStudio são criadas em um editor específico, denominado World Editor (WED), através do qual inserimos e configuramos os elementos que fazem parte do mundo do jogo. Terrenos, construções, artefatos diversos, NPCs e até o personagem principal podem ser inseridos através do WED.

É possível criar e editar alguns elementos no próprio WED, como formas primitivas, luz e outros. Mas, na maioria dos casos, modelos (.mdl) e terrenos (.hmp) são criados a partir softwares de modelagem, como o editor de modelos do 3D GameStudio (MED), ou outros que exportem nos formatos citados.

Considerando que todos os modelos já estão prontos e à disposição, as orientações a seguir nos permitirão organizar o conteúdo em um mesmo espaço e gerar o arquivo que será carregado pelo script.

Então… muita atenção!

Continue lendo

Câmera no 3D GameStudio (seguindo o personagem)

A câmera em um jogo 3D representa o tipo de visão que o jogador terá de tudo o que acontece. Longe ou perto, em primeira ou terceira pessoa, inclinada, superior e por aí vai…

Nesse post iremos aprender a configurar a câmera do 3D GameStudio para seguir o personagem,  em situações que variam desde o FPS clássico (só com os braços do personagem aparecendo) até visões de terceira pessoa com seres humanizados ou veículos. Pra quem já gosta de matemática, mamão com açúcar! Para quem não gosta… só posso dizer que está passando da hora de parar com a cara feia e comer logo desse brócolis! Brincadeiras a parte… vamos nessa!

Continue lendo

Saída pela direita… no 3D GameStudio

Tudo bem… quando se faz um jogo pretende-se que o jogador fique nele o maior tempo possível, e não que ele clique logo no botão “SAIR” e acabe com a brincadeira. Mas nem por isso podemos esquecer de dar essa opção a ele. Afinal, fechar o jogo através do gerenciador de tarefas ou algo assim seria algo extremamente desagradável e sinal de um trabalho nada profissional.

Então vejamos…

Continue lendo

Novo jogo de tiro (versão AS 3.0)

No meio do ano deixei aqui um tutorial sobre a criação de um jogo de tiros em Flash, só que utilizando a versão 2.0 do actionScript. Esse aqui: https://jogosdigitais.wordpress.com/2009/06/05/jogo-de-tiros.

Dessa vez trago uma nova versão, em actionScript 3.0. Repetindo a explicação que coloquei naquela época: “Funciona assim: diversos alvos (do modelo BOM ou do modelo RUIM) caem pela tela. Se você acertar um alvo ruim, perde o jogo. Para vencer deve acertar todos os bons.”

Vejamos o que nos espera!

Continue lendo

Modelos do Blender no 3D GameStudio (animação + textura com alpha)

Quem está começando a trabalhar com o 3D GameStudio deve estar se deparando com uma questão um tanto desagradável: a limitação do seu editor de modelos (MED – Model Editor). Para essa turma, uma boa opção é utilizar softwares de modelagem mais avançados (e mais conhecidos), cujas referências podem ser encontradas com mais fartura na web. Mas, para que isso funcione, é necessário conseguir migrar os modelos produzidos, de forma que a engine do 3D GameStudio compreenda-os.

Este tutorial irá mostrar como utilizar modelos desenvolvidos no Blender para jogos no 3D GameStudio. Abordaremos animações e texturas com alpha. Procurei bastante por referências desse tipo, mas não achei muitas (e todas fragmentadas e em inglês). Achei uma boa postar isso aqui.

Então… bom estudo! E bom trabalho!

Continue lendo